O recente Relatório das Alterações Climáticas de 2021, o mais importante e completo documento  científico sobre as alterações climáticas, não poderia ter sido mais directo: o clima está a mudar mais rapidamente do que se temia, por influência directa do Homem, e se não fizermos nada para alterar esse cenário em breve iremos ter consequências devastadoras.

O relatório, desenvolvido por 230 cientistas de 66 nacionalidades diferentes, baseou-se em mais de 14 mil estudos diferentes e avaliou, comparou e analisou a evolução do clima desde 2014 até aos dias de hoje, para retirar estas conclusões.

É certo que existem causas naturais que provocam a poluição do planeta Terra, mas são as alterações químicas ou físicas que mais contribuem para a degradação do meio ambiente. E, por isso, apenas o Homem pode parar este processo auto-destrutivo. A poluição é então o conjunto de todos os actos e actividades que levam à degradação do meio ambiente, que por sua vez cria um efeito bola de neve, desencadeando problemas económicos, sociais e políticos. É por isso essencial criar políticas públicas eficazes, aumentar a sensibilização do público em geral para este problema e adoptar acções diárias no nosso dia-a-dia para que todos juntos possamos fazer a diferença.

poluição da água
poluição da água

O Que Podemos Fazer para Combater as Alterações Climáticas

É verdade que é injusto colocar o ónus da culpa da actividade regular do indivíduo no que diz respeito às alterações climáticas, quando as grandes empresas e as grandes economias mundiais são responsáveis por cerca de 90 por cento da poluição global. No entanto, é através da mudança individual que se cria a mudança geral. Ou seja, agindo localmente para benefício global. Por isso, se todos nós fizermos a nossa parte estaremos a contribuir para um futuro melhor.

Além disso, é fundamental estarmos conscientes do nosso papel da comunidade a que pertencemos. Em plena era da informação, temos acesso directo a vários canais de comunicação que nos permitem ser mais activos, responsáveis e conscientes, seja na adopção de medidas diferenciadas, seja na promoção ou na consciencialização desta problemática. Com a internet podemos aceder a vários sites úteis, assim como subscrever várias publicações internacionais importantes, recorrendo a sites ou a arquivos de revistas em inglês, de forma simples, rápida e eficiente.

Assim, procure reduzir a sua pegada carbónica, utilizando mais transportes públicos ou diminuindo o consumo de plástico em casa. Compensa as emissões de carbono emitidas através de iniciativas de reflorestação e plantio, em que pode escolher a espécie de árvore que quer plantar em qualquer parte do planeta e acompanhar o seu desenvolvimento.

Crie uma horta no seu jardim ou varanda também. Recicle e separe o lixo, ponde em prática a política dos três R: reciclar, reduzir e reutilizar. Mantenha-se informado e combata a desinformação e as fake news. Consuma menos carne, sempre que possível e adopte uma dieta mais equilibrada.

Diferentes Tipos de Poluição

Já vimos nos parágrafos acima no que consiste a definição de poluição, mas é também fundamental perceber que existem diferentes tipos. Só isso nos permite estar mais atentos aos problemas causados por esta, adoptando uma postura mais sensata, responsável e inteligente, sendo reactivos.

Assim, a poluição atmosférica será, provavelmente, a mais comum, já que se caracteriza pela poluição da atmosfera através de substâncias e compostos que levam à deterioração do ar que respiramos. Também as causas naturais, como os incêndios ou as erupções vulcânicas, afectam directamente a qualidade da atmosfera, mas é o Homem o principal responsável por esta poluição, que é também das mais deterioradoras.

A poluição hídrica, ou seja, a poluição da água é também muito importante. Como se sabe, a água é um dos recursos mais importantes do mundo e que está bastante ameaçado. Enquanto que a seca é cada vez mais dura em determinados pontos do planeta, outros encontram-se seriamente ameaçados pela subida galopante do nível médio do mar.

A poluição do solo é outra variação importante da degradação das condições naturais que afectam directamente o Homem, já que acaba por influenciar a qualidade da alimentação, por exemplo.

Finalmente, a poluição sonora e a visual são igualmente importantes pelos problemas que causam na saúde física e mental das pessoas, especialmente nas grandes cidades, causando cansaço visual, aumentando os níveis de stress e ansiedade e contribuindo para insónias e problemas de saúde.

Categorias: Diversos